domingo, 7 de maio de 2017

Japão e China reforçarão cooperação econômica em meio a tensão protecionista e militar

Ministro das Finanças japonês disse que a postura de Trump e tensão com a Coreia do Norte influenciam as perspectivas de crescimento da Ásia.

Montagem com o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong Un (Foto: Carlo Allegri/Reuters; KCNA/via Reuters)

O Japão e a China concordaram em reforçar a cooperação econômica e financeira, disse o ministro das Finanças japonês, Taro Aso, neste sábado (06), à medida que a postura protetora do presidente norte-americano Donald Trump e a tensão sobre a Coreia do Norteinfluenciam as perspectivas de crescimento da Ásia.

O ministro chinês das Finanças, Xiao Jie, que perdeu uma reunião trilateral com seus colegas japoneses e sul-coreanos na sexta-feira (05) em razão de uma reunião doméstica de emergência, entrou para as negociações com Aso, buscando dissipar especulações de que sua ausência teve implicações diplomáticas.

"Nós trocamos ativamente pontos de vista sobre a situação econômica e financeira no Japão e na China e nossa cooperação no campo financeiro", disse Aso aos repórteres após a reunião, que incluiu funcionários do alto escalão do ministério das finanças e do banco central.

"Foi significativo que reconfirmamos a necessidade de cooperação financeira entre os dois países, ao mesmo tempo que compartilhamos nossas experiências em lidar com políticas econômicas e questões estruturais", acrescentou.

Interesse mútuo

Os dois países concordaram em lançar uma pesquisa conjunta sobre questões de interesse mútuo, sem detalhar, e relatar os resultados nas próximas conversas, que serão realizadas em 2018 na China.

Eles não discutiram questões como moedas e riscos geopolíticos do programa nuclear e de mísseis da Coreia do Norte durante o diálogo, mantido em paralelo à reunião anual do Banco Asiático de Desenvolvimento (BAD) em Yokohama, no leste do Japão, segundo Aso.


As relações entre o Japão e a China têm sido sofrido tensões por causa das linhas territoriais e a ocupação do Japão de partes da China na Segunda Guerra Mundial, embora os líderes tenham recentemente procurado consertar os laços através do diálogo.

sábado, 6 de maio de 2017

Parabéns, meu filhote, MARCOS VINÍCIUS


Parabéns, meu filhote


Meu filhote está ficando mais velho hoje.

Me lembro do dia que você nasceu, tão pequeno e tão amado.
A cada ano que passa eu percebo o quão lindo você é, por dentro e por fora.

Te amo desde o dia que soube que estava grávida e te amarei além da minha vida.

Amor de mãe e filho não se explica, apenas posso sentir a energia de quando você está perto e a saudade de quando está longe.
Desejo hoje, amanhã e sempre que você seja feliz, que continue com esse coração puro e transbordando amor.

Que Deus te cubra de bençãos, te guarde e te proteja sempre, que continue sendo esse ser humano maravilhoso, inteligente, trabalhador, e que consiga realizar todos os seus sonhos.
Eu te amo infinitamente, incondicionalmente!

Parabéns, meu filho!


Você é o amor da minha vida!

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul terá nova direção




A Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul (Parlasul) promoverá reunião na quarta-feira (10), quando serão eleitos novos presidente e vice visando a condução dos trabalhos para o biênio 2017-2018.

Nos últimos dois anos, a representação foi conduzida pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR), tendo como vice neste colegiado, cuja sede fica em Montevidéu (a capital do Uruguai), o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP). Como os cargos são rotativos, desta vez a presidência deve ser exercida por um deputado.


Além de Requião, outros nove senadores fazem parte do Parlasul com mandato até janeiro de 2019: Lindbergh Farias (PT-RJ), Humberto Costa (PT-PE), Fátima Bezerra (PT-RN), Valdir Raupp (PMDB-RO), Dario Berger (PMDB-SC), Paulo Bauer (PSDB-SC), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e Cidinho Santos (PR-MT). A bancada dos deputados brasileiros é composta por 27 representantes.

“Ela reorganizou a Educação e o que ela plantou será colhido por Chapadinha como bons frutos", diz Magno Bacelar ao agradecer Danubia.



O prefeito Magno Bacelar agradeceu profundamente a contribuição da ex-secretária de Educação após esta anunciar sua saída do cargo.

"Danúbia demonstra mais uma vez desprendimento de cargos. Ela reorganizou a Educação e o que ela plantou será colhido por Chapadinha como bons frutos", disse o prefeito.

Depois do anúncio, Danúbia e o prefeito se reuniram com a equipe da Secretaria de Educação deixando claro que a pasta continuará tendo destaque e que ela continuará a contribuir com a gestão. "Minha intenção é ajudar e cheguei a conclusão que poderei fazer isso melhor sem cargo na administração", afirmou apesar dos apelos dos funcionários para que continuasse na função.



Em breve o prefeito anunciará o substituto.

Assunto do Dia: Danubia Carneiro entrega Cargo da secretaria de Educação





O assunto do dia foi o surpreendente comunicado da Secretária Municipal de Educação, Danubia Carneiro, que durante entrevista ao programa do radialista Paulo Lima, na rádio Cultura FM de Chapadinha, anunciou sua demissão da pasta da Educação. A secretária pegou a todos de surpresa. Em uma entrevista equilibrada e tranquila, Danubia falou de seu trabalho a frente da pasta e agradeceu o prefeito Magno pelo apoia que foi dado.


Os motivos, os prováveis sucessores e a repercussão da demissão da primeira dama nos bastidores da política nas postagens seguintes. 

Total de visualizações de página