sábado, 17 de maio de 2014

O mundo girou rápido demais para João Castelo


João Castelo e Flávio Dino, agora aliados.

verdade que a maioria dos políticos deseja que o mundo gire rápido, novos escândalos apareçam e apostam sempre na memória curta do eleitor brasileiro, para num novo pleito eleitoral saírem vitoriosos e voltarem ao poder, mas confesso que estou surpreso como a situação do ex-prefeito de São Luís, João Castelo mudou em menos de dois anos.
João Castelo sempre teve uma fama de tocador de obras, mas nunca de bom administrador e fez uma gestão desastrosa e praticamente sem nenhuma obra de relevância para a capital maranhense.
Por tudo isso, João Castelo concorreu a reeleição sem o apoio de absolutamente nenhum grande partido e mesmo com a máquina na mão, ou seja, sendo prefeito de São Luís, conseguiu algo inédito da política da capital, perdeu a eleição no primeiro e no segundo turno para o atual prefeito, Edivaldo Holanda Júnior (PTC).
Mesmo depois da derrota, Castelo seguiu aprontando e se despediu com “chave de ouro”, não pagando o salário do mês de dezembro do servidor público municipal, o que acarretou em problemas para a nova gestão, que já chegou encontrando uma prefeitura inviabilizada de ser administrada em curto tempo com sucesso.


Castelo saiu da prefeitura tão desgastado, tanto na classe política quanto em meio aos eleitores de São Luís, que anunciou sua aposentadoria.

As peripécias de João Castelo ainda lhe rendem frutos negativos na Justiça até hoje. O ex-prefeito responde a algumas ações, entre elas, uma ação penal (21415/2013) por crime de responsabilidade pelo não pagamento dos salários dos servidores municipais. A situação é tão grave que o Município até já pediu, através de uma outra ação, a indisponibilidade dos bens do ex-prefeito.

No entanto, nada disso parece valer para o eleitor maranhense. João Castelo sem sequer abrir a boca para dizer que é candidato, sem pedir um voto sequer, aparece liderando as pesquisas em qualquer cenário e contra qualquer candidato, tanto que é o favorito para se eleger senador em 2014.

Pior é que o Blog nem pode criticar o eleitor, afinal se Flávio Dino, um ex-juiz, uma pessoa dita esclarecida e que jura de pé junto que ajudou na elaboração da Ficha Limpa, mudou de ideia com relação a João Castelo , qualquer um tem esse direito.

E assim, o mundo girou rápido demais e mudou da água para o vinho para João Castelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta matéria!

Total de visualizações de página